6
Out

Uma empresa de reciclagem de plástico sedeada nos Pousos ofereceu uma cadeira de rodas à Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Pombal (CERCIPOM) pela recolha de 1.100 quilos de plásticos da indústria alimentar e têxtil, entre os meses de Julho e Setembro, revela a edição de hoje do Diário de Leiria.

«Neste caso foi uma cadeira de rodas, porque era o que lhes fazia falta, mas poderia ser outro tipo de equipamento», explicou ao Diário de Leiria Marisa Bettencourt, relações públicas da Absorvalor.

Devido ao sucesso da iniciativa, a empresa arrancou na segunda-feira com uma segunda campanha junto de outras instituições, designadamente com o Núcleo Regional de Leiria da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral, que têm a responsabilidade de recolher material em plásticos. «Estamos a aguardar que a direcção da APPC nos indique qual é o equipamento de que necessita, para podermos definir a quantidade de plástico necessária para satisfazer essa necessidade», sustenta Marisa Bettencourt.

Depois de reciclado, o material é vendido e serve de matéria-prima a empresas que dedicam a sua actividade ao fabrico de objectos em plástico nos concelhos de Leiria e Ourém. De futuro a empresa de reciclagem pretende alargar a actividade a outras zonas do País.


Esta notícia já foi consultada 2220 vezes
 
Publicidade