10
Nov

A leitura é a chave que permite o acesso a
todos os outros saberes.

Quando as crianças iniciam a escolaridade as
expectativas dos pais e professores são enormes em relação a esta aprendizagem.

Umas crianças aprendem a ler naturalmente, sem grande esforço e com prazer.
Outras revelam dificuldades inesperadas logo que têm que aprender e “juntar” as primeiras letras. Surgem então sentimentos de surpresa, incompreensão e sofrimento.

Até há poucos anos a origem desta dificuldade era desconhecida.
A dislexia era uma incapacidade invisível, um “mistério”, que gerou mitos, preconceitos e estigmas às crianças, jovens e adultos que a não conseguiram ultrapassar.
Os estudos realizados nas últimas décadas, com as modernas tecnologias de imagem, permitiram “ver” o cérebro, durante as actividades de leitura e encontrar respostas a diversas questões:

Quais os processos cognitivos subjacentes à leitura?
Como é que as crianças aprendem a ler?
Quais os défices que dificultam esta aprendizagem?
Quais os métodos educativos mais eficientes?

Linguagem e Literacia:
Intervenção Fonológica na Dislexia
Método Fonomímico
Paula Teles

22 de Novembro de 2008

Évora Hotel
Avenida Túlio Espanca
ÉVORA

Secretariado:
Tel./Fax. 213 148 131

E-mail: lisboa@anprofessores.pt

Destinatários:
Professores do Ensino Básico e Secundário, com especial importância para Educadores de Infância e Professores do 1º Ciclo.

Profissionais e estudantes com intervenção nas áreas de Educação e Saúde.

Objectivos:
Apresentar uma revisão das recentes investigações científicas sobre Dislexia.

Apresentar os fundamentos teóricos, os princípios de intervenção e os materiais do MÉTODO FONOMÍMICO Paula Teles.

Preço de Inscrição:
Sócios: 10,00 € Não Sócios: 15,00 €
Cheque emitido à ordem da Associação Nacional Professores

Certificado:
Os participantes terão acesso a um certificado de participação.
Esta notícia já foi consultada 2884 vezes
 
Publicidade