29
Abr
Maior operador de comunicações em Portugal e multinacional líder em soluções móveis digitais partilham o compromisso de contribuir para a qualidade de vida de pessoas com necessidades especiais de comunicação.

A Portugal Telecom – através da Fundação Portugal Telecom –, e a Qualcomm Incorporated (Nasdaq: QCOM) – no âmbito da iniciativa Wireless ReachTM – associam-se na promoção da info-inclusão e apresentam, em resultado de uma parceria recentemente estabelecida entre ambas as entidades, um conjunto de projectos que visam, com o apoio de tecnologias móveis avançadas, dotar cidadãos com necessidades especiais de comunicação de ferramentas de integração na Sociedade da Informação e do Conhecimento.

Da panóplia de projectos desenvolvidos pela Fundação Portugal Telecom no âmbito da sua política de combate à info-exclusão e de integração de cidadãos com deficiência, dois conhecem agora um novo desenvolvimento – o Projecto Estrela e o Projecto Girassol –, fruto da parceria recentemente estabelecida entre a Qualcomm, através da iniciativa Wireless Reach, e a única fundação portuguesa associada a um operador de telecomunicações com estatuto de utilidade pública, a Fundação PT.

Com esta parceria – que assenta na convicção de que as comunicações contribuem para promover uma maior qualidade de vida das pessoas com necessidades especiais –, foi possível equipar com smartphones 3G os 16 Centros de Recursos para a Inclusão Digital abrangidos pelo Projecto Estrela e frequentados, em todo o país, por pessoas com deficiência profunda. De salientar que os sistemas disponíveis nestes centros podem, além disso, ser adquiridos à Portugal Telecom ao abrigo do programa de subsidiação da Fundação PT e, ainda, ser comparticipados pelo Sistema Nacional de Ajudas Técnicas da Segurança Social.

Aqueles smartphones 3G, dotados do TMN GRID Mobile – um software facilitador da comunicação aumentativa, com quadros de comunicação, sintetizador de voz e orientado para o envio de SMS –, têm não só um papel fundamental ao nível do domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), como ainda do ponto de vista terapêutico e do desenvolvimento pessoal e social. José Caturra, com paralisia cerebral, é um exemplo vivo do benefício proporcionado por esta nova solução. Trabalha em regime de Trabalho Protegido nos "7 Ofícios", Centro de Formação Profissional na APPC, para onde se desloca autonomamente todas as manhãs. A partir de agora, apoiado no TMN GRID Mobile, José Caturra dispõe de uma nova ferramenta que o acompanha para onde quer que vá, permitindo-lhe comunicar com maior facilidade, nomeadamente através do envio de SMS.

Com a parceria estabelecida entre a Fundação PT e a Qualcomm, ganha ainda uma maior projecção o Projecto Girassol. Com o propósito de responder às diferentes limitações de pessoas com necessidades especiais, o Projecto Girassol, que tem também como objectivo disponibilizar smartphones e outros equipamentos móveis a pessoas com deficiência profunda sem recursos para adquirir estes terminais pelo valor subsidiado, está especialmente vocacionado para a disponibilização de diferentes tipos de tecnologias, de que se destacam o Tobii, o SICAM e o Magic Eye.
1/2

O Tobii, uma espécie de PC integrado num laptop de reduzida dimensão, recentemente doado ao Centro de Desenvolvimento Infantil no âmbito da parceria estabelecida entre a Fundação PT e a Qualcomm, tem como finalidade a avaliação das necessidades especiais de crianças com diferentes tipos de deficiência, estando disponível para utilização por parte das mesmas graças à placa 3G de que dispõe. A André Ramos, com 10 anos de idade, portador de Paralisia Cerebral, o Tobii proporciona também uma maior autonomia, facilitando-lhe a deslocação à escola e a comunicação através da utilização do PC sem a necessidade de teclar com o nariz.

Com o SICAM – Sistema Integrado para Comunicação Aumentativa, com placa 3G e software PT GRID –, Rafael Ovalheiro, um jovem com 17 anos de idade, tetraplégico e ventilado resultado de meningite grave na sequência de uma queda de bicicleta, frequenta agora com maior agilidade a sala de aulas, conseguindo aceder à Internet, enviar SMS e controlar mais facilmente a cadeira de rodas em que se desloca.

Rosário Sarabando, com Esclerose Lateral Amiotrófica, desempenha com autonomia através do Magic Eye a gestão da sua casa e, acima de tudo, a sua vocação de mãe de uma criança com 9 anos. Apesar de não falar, acede com a ajuda do Magic Eye ao PC para comunicar, sendo mesmo autora do livro Quero ver o meu filho crescer e importante dinamizadora de um blog.

Consciente de que a sua condição de maior operador de telecomunicações em Portugal lhe confere uma maior responsabilidade no que respeita ao acesso generalizado às TIC, a PT – através da Fundação PT – deposita na sua associação à Qualcomm – multinacional de referência – a confiança e a expectativa de poder sempre contribuir para viabilizar e facilitar a integração numa verdadeira Sociedade da Informação e do Conhecimento de um número sempre crescente de cidadãos. Através desta associação, a Qualcomm vê concretizada, num conjunto expressivo de situações reais, a sua vocação de multinacional líder no desenvolvimento de produtos inovadores baseados nas tecnologias mais avançadas, contribuindo de forma inequívoca para a melhoria de vida, neste caso de pessoas com necessidades especiais.

Sobre a Qualcomm Incorporated (Nasdaq: QCOM)
Qualcomm Incorporated (Nasdaq: QCOM) é líder no desenvolvimento e fornecimento de produtos e serviços inovadores de comunicações móveis digitais, baseados em CDMA e outras tecnologias avançadas. Sedeada em San Diego, Califórnia, a Qualcomm está incluída no S e P 100 Índex, no S e P 500 Index e é a 500ª companhia na Fortune 2008. Para mais informações por favor visite www.qualcomm.com.

Sobre a Fundação Portugal Telecom
A Fundação Portugal Telecom é uma instituição privada sem fins lucrativos e de utilidade pública, criada para concretizar o compromisso de intervenção social do Grupo Portugal Telecom e cuja missão principal é promover e apoiar programas que contribuam para o desenvolvimento da Sociedade da Informação e o combate à info-exclusão e para a utilização social das tecnologias de informação e comunicação, nomeadamente nos domínios da educação e da formação tecnológica, bem como os que promovam a inovação e o desenvolvimento nas áreas da saúde, ciência e cultura. Para mais informações por favor visite www.fundacao.telecom.pt.



Esta notícia já foi consultada 1866 vezes
 
Publicidade