18
Dez
Cerca de 60 milhões de pessoas nos Estados Unidos não conseguem aceder a internet com as configurações normais de um computador e precisam de teclados, mouses ou ecrãs de leitura especiais, segundo dados do director do núcleo de Comunidades Especiais do Yahoo, Alan Brightman.

A discussão sobre a importância da acessibilidade da internet envolve cada vez mais programadores e webdesigners, assim como as grandes empresas actuantes na web, que querem tornar a experiência da rede mundial de computadores acessível ao maior número possível de usuários.
Esta notícia já foi consultada 1972 vezes
 
Publicidade