29
Dez
Trinta e cinco jovens de várias nacionalidades e provenientes de sete países da União Europeia, incluindo Portugal, participaram hoje, no Governo Civil de Faro, numa mesa redonda promovida pela MOJU-Associação Movimento Juvenil de Olhão e a YEU-Youth for Exchange und Understanding.

A iniciativa decorreu no âmbito de um intercâmbio juvenil que decorre na capital algarvia até ao próximo dia 2 de Janeiro.

A iniciativa, à qual se associou o Governo Civil de Faro, visou envolver os participantes num debate animado por três questões essenciais, nomeadamente a importância da participação activa dos jovens a nível local; a identidade europeia e a participação juvenil e a utilização das novas tecnologias como ferramenta de promoção da participação activa dos jovens a nível local.

“Envolver os jovens na construção da identidade europeia é garantir o futuro de uma sociedade pacífica em que seja possível a convivência multicultural, contribuindo assim para a proximidade e a solidariedade entre os povos, mas permite também preservar a história da própria União Europeia”, considerou a Governadora Civil de Faro Isilda Gomes, realçando a importância desta iniciativa que conta com a participação de jovens oriundos da Grécia, Chipre, Estónia, Lituânia, Polónia, Roménia e Portugal.

Incentivar os jovens a tornarem-se mais activos na construção europeia é o objectivo principal deste intercâmbio financiado pelo programa europeu “Juventude em Acção” e que de! corre sob o tema “Across the european Bridge-New tecnologies as a tool to promote european identity”, envolvendo os participantes em várias actividades e dando-lhes a conhecer a forma como as instituições locais utilizam as novas tecnologias na comunicação com os jovens.

A par desta iniciativa, a YEU, organização juvenil internacional com sede em Faro, tem em curso diversas acções com vista ao envolvimento dos jovens em questões sociais a nível local, constituindo o “Eurogames 2010” um dos projectos mais emblemáticos da sua missão, nomeadamente a promoção da compreensão, tolerância, solidariedade e cooperação entre culturas e povos.

O projecto, promovido em parceria com o Governo Civil do Distrito de Faro, visa a promoção da inclusão social de pessoas com deficiência, através da metodologia de Educação Não Formal ENF), pelo que será concebido por um conjunto de jovens com deficiência e especialistas provenientes de seis países da União Europeia, incluindo Portugal.

De acordo com a organização, o “Eurogames 2010” consiste numa ferramenta única na área da ENF, incidindo na sensibilização para o voluntariado, o aumento de competências do voluntário e a sua participação activa na sociedade.

O projecto será desenvolvido em três fases distintas, nomeadamente com a realização de um intercâmbio juvenil a ter lugar em Agosto de 2010, no Reino Unido, envolvendo 30 jovens provenientes dos seis países participantes; a organização de um seminário de especialistas europeus na área da ENF, juventude e deficiência, a decorrer no mês seguinte, em Espanha e a promoção de seminários internacionais nos seis países onde decorrem os “Eurogames2010" (Bélgica, Chipre, Espanha, Itália, Portugal e Reino Unido), para lançamento oficial deste instrumento e uma maior disseminação desta ferramenta de trabalho.

A referida parceria com a YEU, enquadra-se nas prioridades definidas pelo Governo Civil de Faro para a área social, com especial incidência nos projectos e iniciativas que visam a inclusão de pessoas com deficiência nas suas várias vertentes.
Esta notícia já foi consultada 1856 vezes
 
Publicidade