22
Jun

A partida entre a Nigéria e Coreia do Sul, às 20:30 no Durban estadium, para a terceira jornada do grupo B será apreciada por espectadores com deficiência visual, uma forma inédita tornada realidade no primeiro campeonato mundial que a África do Sul alberga.

Hoje deficiência já não é sinónimo de incapacidade devido à evolução das novas tecnologias usadas como alternativa nos mais variados sectores da vida humana. Ver, por via da transmissão dos factos, ouvir e falar, através de gestos é uma realidade em todo o mundo trazida para os campos de futebol pelo Comité Organizador do Mundial 2010, com o apoio da FIFA e uma marca internacional.

Deficientes visuais de todo o mundo acompanham a emoção do Campeonato em tempo real. Além do estádio de Durban os serviços estão a ser oferecidos no Soccer City (Johanesburgo), Ellis Park (Johanesburgo), Loftus Versfeld (Tshwane/Pretória), Nelson Mandela Bay (Port Elizabeth) e Green Point (Cidade do Cabo).

Os seis estádios têm disponível a transmissão ao vivo das partidas em assentos equipados com fones de ouvido e narradores treinados que comentarão em tempo real os acontecimentos no rectângulo de jogo.

Cada um tem ainda assentos reservados para os guias que acompanharão os deficientes visuais juntamente com voluntários especialmente treinados.

A iniciativa foi lançada pela Associação dos Deficientes Visuais da Suíça (SNAB) e pelo Conselho Nacional dos Deficientes Visuais da África do Sul (SANCB), com o apoio financeiro da FIFA.

Esta notícia já foi consultada 2091 vezes
 
Publicidade