26
Jul
 
Iniciativa de análise a sites de ONGs pertencentes à Rede Solidária
 
Pelo interesse que esta notícia tem vindo a despertar vamos actualizando a sua data.
Desta forma permite-se que se seja visível em primeiro lugar na lista.
Salientamos que a mesma foi colocada online, a 12 de Julho de 2010.

(Este artigo está também referido em: )


Na sequência da recepção de vários pedidos de informação e de ajuda acerca de formas de contacto ou acesso à informação publicada em sites de Organizações Não Governamentais (ONGs), a Handout, através do seu projecto de Responsabilidade Social - ajudas.pt - levou a cabo um levantamento do estado actual dos sites das entidades listadas no portal da rede solidária.

O levantamento foi efectuado por uma equipa multidisciplinar e orientado por técnicos especializados em desenvolvimento Web.
Decorreu entre os dias 10 e 30 de Junho de 2010.


[B]Universo Avaliado[/B]
Sendo a Rede Solidária [I] "constituída por mais de 248 (alterado o valor segundo o portal para 280 em 2008) Organizações Não Governamentais de e para pessoas com deficiência, idosas ou em risco de exclusão"[/I] , o que se enquadra no âmbito de actuação do portal ajudas.pt, o levantamento incidiu sobretudo na lista de membros apresentada no portal redesolidaria.org.pt.




[B]Metodologia[/B]
Este levantamento tentou reunir informação acerca dos seguintes pontos:

- Identificar as ONGs que têm informação online
- Verificar da actualidade dos conteúdos;
- Identificar a entidade gestora;
- Identificar o tipo de estruturas e tecnologias Web utilizadas;
- Análise de níveis de acessibilidade;
- Para os alojados na Rede Solidária
--------- Utilização do serviço base oferecido pela UMIC - servidor com suporte PHP5 e MySQL5 com gestor de conteúdos Joomla!
--------- Utilização do Template base
--------- Utilização de correio electrónico personalizado

[B]Comparação entre total de entidades referidas como membros e registos efectivos no portal[/B]

tabela que revela que embora no portal da rede solidaria estejam referidas 280 entidades apenas 248 existem com ficha de registo ou seja ficam 11,4 por cento de fora sem se saber ao certo quem são.

[B]Comparação entre total de entidades/membros entidades com o mesmo site[/B]

tabela que revela o número de entidades consideradas já que 56 são delegações ou gabinetes de outras cujo site é o mesmo.São 22,6% do total o que faz com que o número de entidades analisadas seja de 117

* Para o universo do levantamento foram levados em conta as ONGs listadas no portal da Rede Solidária com excepção de delegações que possuem exactamente o mesmo site (ADFA, APAV, APD)


[B]Comparação entre total de sites encontrados versus entidades existentes[/B]

tabela com dados de que existem 75 entidades sem site das 248 encontradas com registo o que prefaz 30,2 por cento

[B]Informação actualizada (Universo: entidades com site – 117)[/B]

dados sobre a actualização da informação: apenas 9 sites estão actualizados e utilizam template da rede solidaria, 53 com site feito por terceiros e actualizados e 55 com informação desactualizada

[B]Estrutura e tecnologia (Universo: entidades com site – 117)[/B]

dados sobre a adopção de template da UMIC que é de 58 entidades ou seja 49,6 por cento versus opçao site próprio 59 ou seja 50,4 por cento

[B]Acessibilidade (Universo: entidades com site – 117)[/B]

dados sobre a acessibilidade dos site , verificando-se que 79 não cumprem as normas ouseja 67,5 por cento; com nível 1 existem 27 ou seja 23,1 por cento, com nível 2 apenas 1 ou seja 0,8 por cento e com nível 3 existem 10 entiades ou seja 8,6 por cento

[B]Avaliação do tipo de domínio escolhido (Universo: entidades com site – 117)[/B]

Apenas 78 entidades preferm ter o domínio .org.pt e está online ou seja 40,6 por cento; 17 têm o domínio mas não têm site e 97 ou seja 50,5 por cento têm outro tipo de dominio


[B]Problemas reportados ao ajudas.pt[/B]

desde 2008 que o ajudas.pt regista vários pedido de ajuda: em termos de visitantes temos 114 solicitações ou seja 32 por cento e elemntos de organizaçoes temos 241 ou seja 68 por cento num total de 355.

[B]Problemas mais frequentes[/B]

Os problemas apontados e mais frequentes são e citamos: Não percebo nada; como publico imagens; onde estao os contactos e não consigo encontrar a página.


[B]CONCLUSÕES[/B]

Este levantamento permitiu:
- perceber que cerca de metade das instituições têm um site mas apenas metade destas têm informação actualizada;

- a solução oferecida pela UMIC em apenas 9% dos casos é bem utilizada e permite a existência de informação actualizada;

- os objectivos da Rede Solidária parecem estar reduzidos à distribuição de acesso à Internet gratuito, quando na realidade estão descritos como muito mais abrangentes: acesso à Internet: acesso grátis, 24 horas por dia, via ADSL; correio electrónico - criação de número ilimitado de caixas de correio ; alojamento web com domínio web personalizado do tipo [instituição].org.pt.
Na realidade a distribuição gratuita de Internet parece ser o ponto mais importante para a ligação à REDE, já que os resultados demonstram que nem as caixas de correio são aproveitadas, nem o alojamento ou domínio Web personalizado parecem ser usados por todas as entidades registadas.

[B]Nota: O ajudas.pt tentou obter o comentário a esta iniciativa junto da UMIC, mas até à data desta publicação, mesmo após adiarmos o prazo duas vezes a resposta não foi recebida.[/B]
Queremos salientar que este trabalho teve como impulso principal o facto de através dos e-mails do ajudas.pt se terem recebido desde 2009, mais de 2 centenas de pedidos de apoio para manutenção de sites, construção de sites novos, respostas a dúvidas do BackOffice de cada site, etc.

[B]Os dados que constam neste documento não podem ser utilizados, sem a prévia autorização da Handout, Lda.[/B]


Esta notícia já foi consultada 5047 vezes
 
Publicidade