20
Ago
A revista Pineda Movilidad apresentou recentemente em Fuengirola, Málaga – Espanha, o ”Bli-ve Ciclo”, um dispositivo que consiste numa bicicleta adaptada a uma cadeira de rodas criado para melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência e dos seus cuidadores.

A apresentação teve lugar na praia “Las Gaviotas de Los Boliches” de Fuengirola, que conta com o reconhecimento da Organização Nacional de Cegos Espanhóis (ONCE) como a cidade melhor adaptada a nível nacional.

Durante o acto de apresentação foi destacada a versatilidade do ”Bli-ve Ciclo”, já que, enquanto o acompanhante vai fazendo desporto, a pessoa com deficiência pode realizar um passeio mais variado e divertido.

Por outro lado, segundo José Francisco Gámez, representante da revista Pineda Movilidad, o facto do dispositivo se chamar “Bli-ve Ciclo” deve-se a ser uma adaptação de uma expressão sueca que significa "não render-se", que está muito de acordo com o objectivo deste dispositivo que surgiu da observação das possibilidades que estão ao dispor das pessoas que estão em cadeira de rodas.

Várias associações assistiram à apresentação oficial do “Bli-ve Ciclo”, tendo ficado a conhecê-lo de perto, experienciado a sua utilização e constatado os seus benefícios. O seu inventor, Juan Pineda, assinalou também que já se realizaram contactos com associações de deficientes que ficaram verdadeiramente agradadas com o dispositivo.

É de salientar que os sistemas de suspensão, mudanças e travão instalados no “Bli-ve Ciclo” foram especialmente pensados para que o seu manuseamento seja o mais simples e eficiente possível. O dispositivo conta também com um sistema de segurança capaz de manter o usuário de cadeira de rodas seguro na mesma perante qualquer eventualidade.

O “Bli-ve Ciclo” além de possuir a certificação CE, que garante a máxima segurança do produto, adapta-se de maneira simples a qualquer tamanho de cadeira de rodas presente no mercado, sendo apenas necessário realizar ajustes manuais ao sistema de encaixe nas costas da cadeira de rodas.
Esta notícia já foi consultada 1952 vezes
 
Publicidade