28
Abr

A Alzheimer Portugal e a Fundação Calouste Gulbenkian desenvolvem o projecto-piloto “Pela Arte Recriar a Vida - Um Projecto de Arte para Pessoas com Demência”, a decorrer até 07 de Junho, no Museu de Arte Clássica, da Fundação Calouste Gulbenkian.

A ser testado em oito utentes do Centro de Dia e Apoio Domiciliário da Alzheimer Portugal, entre os 66 e os 85 anos, o projecto experimenta a estimulação cognitiva através do contacto com a arte e a interacção e melhoria da relação com os cuidadores.

«”Pela Arte Recriar a Vida” é o primeiro projecto concebido em Portugal que visa a aproximação das pessoas com doença de Alzheimer à arte. Este projecto-piloto é uma abordagem inovadora através da qual a Alzheimer Portugal pretende proporcionar momentos agradáveis e de estimulação, bem como, a replicação de algumas práticas internacionais que têm obtido bons resultados junto das pessoas com doença de Alzheimer», afirma António Oliveira Costa, Director Executivo da Alzheimer Portugal.

Após o término dos três meses de desenvolvimento do projecto-piloto, são avaliados os resultados atingidos e os métodos e técnicas aplicadas, tendo como objectivo final a sua continuação futura.

O projecto-piloto “Pela Arte Recriar a Vida” decorre em sessões quinzenais de 90 minutos. Os primeiros 60 minutos de cada sessão são dedicados à observação e discussão de obras de arte, e os restantes 30 minutos dedicados à realização de Oficinas de Arte ou a actividades de lazer nos espaços do Museu de Arte Clássica e dos jardins da Gulbenkian.

Mais informações disponíveis em www.alzheimerportugal.org ou através do número 236 219 469.


Esta notícia já foi consultada 7417 vezes
 
Publicidade