13
Jun
 
Excursão com efeitos solidários 'Njila Ya Kidi', da Fundação Lwini
 
Entre os dias 10 e 12 a excursão solidária da Fundação Lwini ao Kwanza-Sul, proporcionou alegria aos habitantes das localidades de Jamba Kalunga e das Cochoeiras da Binga.

Esta excursão foi chefiada pela vice-presidente da fundação, Joana Lina, a excursão denominada "Njila Ya Kidi" - caminho da verdade, em português - juntou 80 turistas nacionais e estrangeiros, entre eles o embaixador da Holanda e a embaixatriz da China em Angola, o chefe da Casa de Angola em Portugal, representantes da Bulgária e de Espanha, a Miss-Angola 2011 e curadores da Fundação Lwini.

A Fundação Lwini doou bens alimentares, roupa usada, instrumentos de trabalho, fogões a petróleo, pulverizadores, material escolar e brinquedos às comunidades da Jamba Kalunga e das Cachoeiras da Binga.

A um jovem, Fernando Calay, portador de deficiência congénita, foi oferecida uma moto.
Surpreendido, não conteve as lágrimas, afirmando ser um dos dias mais felizes da vida.

Leila Lopes, Miss Angola 2011, lembrou que estas actividades permitem, entre outras coisas, conhecer melhor a realidade das comunidades carenciadas, a vida no meio rural e identificar problemas e formas de os solucionar.

O governador da província, em nome, da população do Kwanza-Sul, agradeceu à Fundação Lwini ter contemplado a região com um projecto turístico e solidário.
Serafim do Prado agradeceu também à Primeira-Dama da República, Ana Paula dos Santos, o contributo que tem dado ao desenvolvimento das comunidades rurais. A vice-presidente da Lwini, Joana Lina, salientou o protagonismo que a excursão ganha de ano para ano, garantindo que a adesão à iniciativa cria sinergias para a realização de acções socialmente úteis junto das pessoas mais desfavorecidas, principalmente as portadoras de deficiência.

Esta notícia já foi consultada 4302 vezes
 
Publicidade