31
Out
 
ISO26000 - Norma Internacional da Responsabilidade Social
 
Uma estratégia europeia renovada para a Responsabilidade Social Empresarial 2011-2014.

A APEE anuncia a publicação em Novembro próximo da versão Portuguesa da ISO 26000 Norma Internacional da Responsabilidade Social, pelo Instituto Português da Qualidade sob a forma de Norma Portuguesa NP ISSO 26000.

Esta norma internacional foi publicada pela ISO no dia 1 de Novembro de 2010 em Genebra.

A APEE é o ONS – Organismo de Normalização Sectorial, para a área da ética e responsabilidade social e é responsável pela representação de Portugal no grupo internacional que, entre 2004 e 2011, criou a norma ISO26000.

A versão portuguesa é da responsabilidade de um grupo de peritos criado para o efeito.

A publicação da versão portuguesa reveste-se de particular importância para todo o universo empresarial português, dado que a questão da Responsabilidade Social e da sua implementação pelas empresas no espaço Europeu, está no centro do pensamento económico e social da União Europeia.


A este propósito, a Comissão Europeia emitiu no passado dia 25 de Outubro uma comunicação sobre a sua estratégia em matéria de Responsabilidade Social das Empresas, que abrangerá os anos de 2011 até 2014.

Para ver a Comunicação da Comissão Europeia sobre Responsabilidade Social clique aqui:

O objectivo desta comunicação é apoiar as empresas e o espírito empresarial dentro do espaço europeu, sobretudo ao nível da implementação de medidas de Responsabilidade Social com vista a um crescimento económico mais sustentável.

Os referenciais a seguir nas políticas Europeias em matéria de Responsabilidade Social estão balizados pela mais recente abordagem internacional à Responsabilidade Social, nomeadamente os princípios e linhas de orientação conforme definidos pelos Dez Principios do Global Compact das Nações Unidas e pela própria ISO 26000 Norma Internacional para a Responsabilidade Social.

Na sua comunicação, a Comissão propõe a definição mais recente de Responsabilidade Social das Empresas como sendo “a responsabilidade das empresas pelos seus impactes na sociedade”. Esta definição encontra-se completamente alinhada com a ISO 26000.

Para a Comissão, uma responsabilização das empresas origina um crescimento económico sustentável. É por esta razão que a Comissão Europeia avança com um conjunto de medidas de apoio às empresas responsáveis.

O conjunto de medidas e propostas é complementada por uma estratégia ambiciosa, de modo a que a responsabilidade social das empresas possa gerar um nível mais elevado de confiança geral e de confiança dos consumidores e aumentar a contribuição das empresas para o bem-estar da sociedade. As iniciativas propostas reforçam os esforços da Comissão para se envolver com o sector privado nas questões sociais e ambientais, especialmente pertinentes em tempos de condicionalismos orçamentais para o sector público.

Do pacote de medidas propostas salientam-se três grandes vectores de actuação:



· O incentivo às empresas responsáveis;

· Facilitar o espírito empresarial responsável;

· Reduzir a burocracia para as PME;



O pacote de propostas para as empresas mais responsáveis segue-se ao acto do mercado único, no qual foram estabelecidas doze alavancas para relançar o mercado único em 2012. Este relançamento pretende estimular um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, tendo sido identificadas duas acções-chave: a criação e o desenvolvimento de pequenas e médias empresas através da introdução de regulamentação facilitadora e da redução de entraves burocráticos, bem como e a criação de um ecossistema propício ao desenvolvimento do espírito empresarial responsável.


A APEE congratula-se com esta Comunicação da Comissão Europeia em matéria de Responsabilidade Social das Empresas, verificando com grande satisfação o alinhamento das propostas estratégicas da Comissão Europeia com os mais avançados referenciais em matéria de Responsabilidade Social, de onde se salientam os princípios contidos na ISO 26000, agora publicada como norma portuguesa.


Esta notícia já foi consultada 8416 vezes
 
Publicidade