11
Ago
Trinta e sete cidadãos portadores deficiência residentes nos Açores foram apoiados pelo Governo Regional com financiamentos para a aquisição de materiais e equipamentos na área das tecnologias de comunicação e informação.

Ao abrigo deste programa CIDEF - Integração dos Cidadãos Portadores de Deficiência na Sociedade do Conhecimento, o executivo regional concedeu um total de 45.066 euros em financiamentos.
Atribuídos através da Direcção Regional da Ciência e Tecnologia, os apoios a estes cidadãos residentes oscilaram, individualmente, entre os 803 e os dois mil euros.

Esta medida do executivo de Carlos César tem como objectivo contribuir para a integração na Sociedade do Conhecimento dos cidadãos portadores de deficiência, incentivando-os na utilização das tecnologias da comunicação e informação.

Divulgar as potencialidades destas tecnologias, combater a info-exclusão, como factor de igualdade de oportunidades, satisfação das necessidades sociais e melhoria da qualidade de vida dos açorianos portadores e deficiência são outras das metas a atingir.

Podem beneficiar de apoios no âmbito desta medida, os portadores de deficiência residentes nas nove ilhas açorianas, tendo, entre outros, como critérios para a concessão do financiamento, por exemplo, a necessidade comprovada do equipamento a adquirir.

Neste âmbito, são consideradas despesas elegíveis as relativas à aquisição do equipamento e "software" nesta área das tecnologias da comunicação e informação, designadamente material de informática e multimédia, bem como respectivos acessórios, adaptadores e componentes específicos para a apoio a qualquer tipo de deficiência.

Esta notícia já foi consultada 2054 vezes
 
Publicidade