21
Nov
Após 20 anos sobre a Convenção dos Direitos da Criança, o jornal O Ribatejo entrevistou Eliseu Raimundo – Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Santarém.

Quais os objectivos desta iniciativa sobre a Convenção dos Direitos das Crianças?

A iniciativa surge no âmbito do aniversário dos 20 anos do dos direitos da criança. E o objectivo é mobilizar a população em geral para os direitos da criança, porque muita gente continua a desconhecer que existe uma convenção sobre os direitos da criança. Nós queremos de facto chamar a atenção das pessoas, do público em geral, para os direitos da criança, tendo por base alguns componentes, nomeadamente a promoção, protecção e a participação. Interessa-nos que estes direitos sejam vistos nestes três eixos. Para isso, lançamos a ideia, (a comissão de protecção e toda a sua parceria) de mobilizar as pessoas durante um ano, ou seja, não só num dia mas durante todo o ano lectivo, organizar actividades que possibilitassem este chamar de atenção para os direitos da criança.

Que tipos de actividade vamos ter ao longo do ano?

São actividades que mobilizam os pais. Temos um projecto que tem como título “Pelas crianças vamos conversar”, aqui vamos conversar com os pais, ou seja, queremos que os pais conversem entre si mas também que conversem com quem está um pouco mais por dentro das temáticas que vamos abordar. Neste sentido, contamos com o apoio do Instituto Politécnico e das associações de pais do concelho. Vamos iniciar este projecto em quatro localidades, Santarém, Tremês, Pernes e Alcanede. Vamos conversar pelas crianças. Esperamos que esta nossa iniciativa de conversar mobilize toda a população, pois é importante falar e reflectir sobre o que é educar, falar sobre situações que acontecem no dia a dia, como tratar a birra. Queremos falar sobre como reagir a situações habituais e que por vezes nem estamos despertos para elas, tanto na infância como na adolescência e pela vida fora. Mas queremos conversar, tendo por base a premissa da intervenção primária, intervindo o mais precocemente junto das crianças, junto das famílias e das comunidades, de maneira a melhorar a competência parental.

Depois teremos a ExpoCriança de 15 a 18 de Abril, que vai ter por tema a convenção dos direitos da criança e neste sentido vai também haver um seminário.

Um último momento será o Dia Mundial da Criança, onde será o culminar do encerramento desta iniciativa sobre os direitos da criança, no entanto queremos que nos próximos vinte anos se continue a comemorar todos os dias os direitos das crianças e que as pessoas sejam mobilizadas sobre esses mesmos direitos. ...

ver o resto da noticia >>
Esta notícia já foi consultada 2259 vezes
 
Publicidade